Primavera de 2019 deve ter menos chuvas do que o normal, diz Inmet


Estação começou nesta segunda-feira, às 4h50, e vai até o dia 22 de dezembro, quando tem início o verão. Primavera vai começar com aspecto de inverno do Paraná
Everson Moreira/RPC
A primavera começou oficialmente às 4h50 desta segunda-feira (23). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a primavera de 2019 deverá ter menos chuvas do que o normal para esta época do ano, na maior parte do pais. A estação vai até o dia 22 de dezembro, quando começa o verão, à 1h19.
Tradicionalmente, a primavera é um período de transição entre a estação mais seca e a mais chuvosa na região central do Brasil. Já na região Norte, no interior do Nordeste e em algumas áreas centrais do país, as temperaturas sobem durante a primavera.
Os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina serão uma exceção neste início de primavera, pois deverão receber uma frente fria vindo da Argentina e do Paraguai, trazendo chuva forte para a região e talvez até granizo. Também os estados do Paraná e do Mato Grosso do Sul serão impactados, mas com menor intensidade.
De qualquer forma, partes do Sul e do Sudeste começam a primavera ainda com cara de inverno. Mas, na maior parte do país, o inverno se despede já com cara de primavera.
Previsão do tempo na sua cidade
Globo Repórter sobre a florida primavera da Holanda
Já em Goiás, parte do Mato Grosso e em Minas Gerais, as chuvas durante a primavera deste ano deverão ser irregulares e um pouco abaixo da média climatológica para a estação.
Globo Repórter – Holanda – Primavera, 20/09/2019
Temperaturas acima da média
O prognóstico do Inmet é de que a primavera comece com temperaturas acima da média climatológica.
Os termômetros deverão registrar temperaturas de 1°C a 1,5°C acima da média – isso significa ter dias com temperaturas bem altas, e outros com temperaturas mais baixas ou dentro da média, o que na variação entre os três meses chega à elevação prevista, afirma o chefe da previsão do tempo do Inmet, Francisco de Assis Diniz.
Em parte do Tocantins e estados do Nordeste, as temperaturas deverão ficar de 1°C a 1,5°C acima da média. Nos estados de Minas, Bahia, Goiás e Mato Grosso do Sul, os termômetros deverão registrar cerca de 1°C acima da média. Nas demais regiões, as temperaturas ficarão 0,5°C acima da média.
Destaques em cada região do país
Na região Norte, o alerta ainda está para áreas do noroeste do Amazonas, Pará e Amapá, que tiveram chuvas abaixo da média nos meses de junho a agosto deste ano. “A redução das chuvas em localidades dos estados de Rondônia, Tocantins e sul do Pará, aliada às altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar, favoreceram a incidência de queimadas, muito comuns nesta época do ano”, afirma o Inmet, em seu relatório.
Durante a primavera, a região ainda deve ter chuvas irregulares. “Em áreas onde normalmente ocorrem a redução de chuvas, como em Roraima, Amapá, nordeste do Amazonas e meio norte do Pará, a previsão indica significativa probabilidade das chuvas ocorrerem próximas a abaixo da média para o período”, continua. As temperaturas serão de normais a acima da média.
A região Nordeste também teve chuvas dentro ou abaixo da média nos último meses, com exceção de uma faixa leste. A previsão do Inmet para a primavera indica maior probabilidade de chuvas próximas à média na parte leste da região Nordeste. Nas demais áreas, prevalecem chuvas ligeiramente abaixo da média. E as temperaturas estarão mais elevadas em toda a região.
Início da primavera é um ótimo momento para motivar a ter plantas por perto
Giulia Bucheroni/ TG
Na região Centro-Oeste, as chuvas estiveram dentro ou um pouco abaixo da média durante o inverno. O Inmet prevê para a primavera alta probabilidade de chuvas na média ou um pouco acima em grande parte da região, exceto na metade norte do Goiás, onde as chuvas serão ligeiramente abaixo da média. As temperaturas serão acima da média, principalmente no sul do Mato Grosso do Sul, norte de Mato Grosso e no Distrito Federal.
Na região Sudeste, a distribuição das chuvas seguiu as características típicas durante o inverno, com baixa ou total ausência de chuvas, com exceção do leste de São Paulo e Rio de Janeiro.
A previsão do Inmet é de que nos meses da primavera haja áreas com chuvas ligeiramente abaixo do que é normal para a estação, exceto no estado de São Paulo, sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro, onde podem ocorrer chuvas mais fortes, principalmente no mês de novembro. As temperaturas devem permanecer acima da média em grande parte da região.
Na região Sul, a previsão é de que os padrões de chuva fiquem dentro do normal, mas frentes frias e áreas de instabilidade devem fazer com que os três estados da região tenham momentos de chuva um pouco mais volumosas que o normal. “Já as temperaturas médias devem predominar dentro da normalidade na parte oeste da região e acima da média no restante”, diz o Inmet.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.