Operários resgatam 'cão' de rio congelado e descobrem que era um lobo


Um dos homens colocou o ‘grande cachorro’ em seu carro e levou para o veterinário – só então descobriu seu erro. O ‘cachorro’ foi tratado por veterinários em uma clínica
Eupa
Operários estonianos correram para resgatar um cachorro que estava preso em um rio congelante nesta quarta – sem saber que estavam prestes a colocar um lobo selvagem em seu carro.
Os homens estavam trabalhando em uma barragem no rio Parnu, na Estônia, quando viram o animal tentando sair da água cheia de gelo.
Arara considerada extinta volta à caatinga ao lado de onças e outras espécies ameaçadas
Eles abriram caminho em meio ao gelo que havia no rio, retiraram o animal e o levaram a uma clínica veterinária para receber tratamento.
Só então descobriram que estavam levando um lobo.
O lobo estava coberto de cristais de gelo ao ser retirado da água
Eupa
A União Estoniana de Proteção aos Animais (Eupa) disse que o lobo estava com a pressão baixa quando chegou ao veterinário, o que pode explicar seu comportamento dócil com os homens que o levaram para o carro para aquecê-lo.
Um dos homens, Rando Kartsepp, disse ao jornal estoniano Postimees que eles tiveram que percorrer uma subida para levar o animal ao carro, e o lobo era bastante pesado.
“Ele estava calmo, dormiu sobre minha pernas. Quando eu precisei esticá-las, ele levantou a cabeça por um momento”, disse Kartsepp.
Os veterinários suspeitaram da verdadeira identidade do “cachorro”, mas foi um caçador local, acostumado com os lobos da região, que finalmente confirmou: era um jovem lobo macho, de cerca de um ano de idade.
O animal estava com a pressão baixa quando chegou ao veterinário
Eupa
Com a confirmação da verdadeira espécie do bicho, os funcionários da clínica colocaram o lobo em uma gaiola após o tratamento – caso ele se tornasse menos dócil após se recuperar.
A Eupa disse que pagou pelo tratamento do lobo, e que, “felizmente, tudo terminou bem”.
O lobo se recuperou em um dia e foi liberado de volta à natureza – depois de receber uma coleira com GPS colocada por pesquisadores da agência ambiental da Estônia.
“Estamos tão felizes com a conclusão da história, e gostaríamos de agradecer a todos os envolvidos – especialmente a esses homens que resgataram o lobo e aos veterinários que não tiveram medo de tratar e alimentar um animal selvagem”, disse a Eupa.
A Estônia é habitat de milhares de lobos, e apenas alguns deles receberam coleiras com GPS no último ano. A espécie normalmente evita a presença de humanos.
Os lobos foram escolhidos como o animal nacional da Estônia no ano passado por um grupo de organizações de proteção à natureza.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.