Museu de História Natural de Londres anuncia fotos vencedoras em concurso de natureza


A premiação teve mais de 45 mil inscritos e 18 vencedores em várias categorias. ‘The Golden Couple’, do fotógrafo Marsel van Oosten, vencedora do prêmio principal do concurso Wildlife Photographer of the Year 2018
Marsel van Oosten
O Museu de História Natural de Londres anunciou os vencedores do concurso de fotos de natureza ‘Wildlife Photographer of the Year’. A premiação teve mais de 45 mil inscritos e 18 vencedores em várias categorias.
O holandês Marsel van Oosten levou o prêmio na categoria principal com a foto entitulada ‘The Golden Couple’ (‘O casal dourado’, tem tradução livre), que retrata um casal de macacos-dourados nas montanhas Qinling, na China. Os animais, um macho e uma fêmea, observavam uma briga entre dois machos quando Oosten tirou a foto. O fotógrafo passou vários dias acompanhando a espécie durante a primavera.
Assim como vários primatas, esta espécie de macacos corre o risco de desaparecer. O número de indivíduos está em declínio constante nas últimas décadas e agora existem menos de 4 mil em todo o mundo.
‘Lounging Leopard’, de Skye Meaker, foto vencedora na categoria Young Wildlife Photographer of the Year 2018
Skye Meaker
O prêmio de jovem fotógrafo do ano, categoria entre 15 e 17 anos, foi para o sul-africano Skye Meaker pela foto ‘Louging Leopard’. A foto retrata Mathoja, uma conhecida leopardo fêmea de uma reserva em Botswana.
“Nós esperamos algumas horas para tirar esta foto. Eu queria que os olhos de Mathoja estivessem abertos, e isso aconteceu por apenas alguns minutos. Ela olhou direto para nós”, diz Meaker.
Outras fotos vencedoras do Wildlife Photographer of the Year 2018:
‘Mud-rolling mud-dauber’, de Georgina Steytler, vencedora na categoria ‘Comportamento: Invertebrados’
Georgina Steytler
‘Hellbent’, de David Herasimtschuk, premiada na categoria ‘Comportamento: anfíbios e répteis’. Uma salamandra gigante segura uma cobra d’água pela mandíbula. David disse que a cobra eventualmente conseguiu escapar após lutar com a maior salamandra aquática da américa do norte
David Herasimtschuk
‘Night flight’, premiada na categoria ‘Embaixo d’água’. Este é um paixe voador capturado pelo americano Michael Patrick O’Neill durante um mergulho noturno em Palm Beach, na Flórida. Esses animais são bastante tímidos durante o dia, mas de fácil contato durante a noite. Michael utilizou várias configurações de luz e câmera para chegar neste resultado
Michael Patrick O’Neill
‘Bed of seals’, premiada na categoria ‘Animais em seu ambiente’. O espanhol Cristobal Serrano tirou essa foto de focas marinhas descansando em uma placa de gelo na península da Antártida. As focas tem uma relação íntima com o gelo marinho por ser o habitat que fornece proteção e alimentos para os Krills, pequenos crustácios que são a base da alimentação das focas
Cristobal Serrano

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.