Mesmo recorde, saldo comercial pode ter efeito limitado sobre o câmbio


Após dois anos com forte diferença entre os números do câmbio embarcado e o contratado, início do ciclo de normalização da Selic pode ajudar O saldo comercial recorde previsto para este ano pode acabar tendo efeito menor sobre o câmbio do que o dado sugere. Uma combinação de Selic ainda pouco atrativa, incertezas locais e situação mais confortável dos grandes exportadores pode limitar a disposição dos exportadores em remeterem seus recursos ao país. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.