FMI defende mais taxação sobre ricos e empresas para custear recuperação

O FMI também defendeu as discussões sobre um imposto corporativo mínimo como forma de interromper a corrida para um piso na taxação de empresas A taxação sobre indivíduos de alta renda e corporações pode ajudar as economias avançadas a levantar recursos para se recuperar da crise da pandemia, afirmou o diretor do Departamento de Assuntos Fiscais do Fundo Monetário Internacional (FMI), Vitor Gaspar, em entrevista coletiva para apresentar as conclusões do relatório Monitor Fiscal. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.