Campos Neto afirma que BC planeja elevar novamente a Selic em 0,75 ponto na próxima reunião


No entanto, disse que “nada está escrito em pedra” O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou hoje que a autoridade monetária planeja elevar novamente a Selic em 0,75 ponto na próxima reunião. No entanto, disse que “nada está escrito em pedra”.

“A não ser que algo extraordinário aconteça, não vemos nada diferente de 0,75 ponto, mas nada está escrito em pedra. Enfrentaremos condições muito diferentes daqui para frente”, afirmou em entrevista à Bloomberg TV.

Minutos antes, ele afirmou que o BC segue considerando que a Selic precisa ficar em patamar estimulativo. Mas disse que essa decisão vai depender da evolução da conjuntura.

Na entrevista, ele destacou que a última divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mostrou, por exemplo, os núcleos de inflação, mais sensíveis à política monetária e à atividade econômica, abaixo do esperado.

Mesmo assim, reforçou que o BC não mira o curto prazo. “Estamos olhando mais e mais para 2022”, disse.

A questão, segundo ele, “é quão estimulativa precisa ser” a política monetária.

Campos reforçou que o BC mencionou em suas últimas comunicações uma “normalização parcial” da Selic. Ou seja: com a taxa básica abaixo da taxa estrutural de juros.

O presidente ainda disse que o BC não vê “contaminação estrutural” da inflação.

Atualmente, a Selic está 2,75% ao ano.

Raphael Ribeiro/BCB

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.