Indicador do milho é o maior desde setembro de 2016

Segundo análise semanal do Cepea, as cotações do milho continuam em alta no Brasil e no mercado externo. Os pesquisadores informam que a restrição vendedora e as incertezas quanto à segunda safra nacional e à produção argentina impulsionam os preços de novos negócios.

As elevações são observadas apesar do período de colheita da temporada de verão e dos bons volumes ainda em estoque.

Entre 2 e 9 de março, o Indicador do milho ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) subiu expressivos 3,4%, fechando a R$ 41,42/saca de 60 kg na quinta-feira, 8, o maior patamar nominal desde 30 de setembro de 2016, informaram os dados.

https://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.